Written by

O que é e porquê criamos a Capptan WDO

capptan news, Todos| Views: 173

Assumimos o desafio de criar aplicativos para organizações que partilham das mesmas preocupações que temos quando o assunto é software. Falamos em desafio porquê a WDO (We do!) surgiu para uma atividade nada conservadora.

 

Foi criada uma equipe de desenvolvimento totalmente focada em atividades de outsourcing (terceirização) de aplicativos mobile.

Mais do que isso, a nova célula surgiu para ajudar software houses e agências a lançarem aplicativos que tenham sua dimensão, identidade e objetivo mantidos mesmo não sendo produzidos pelas empresas idealizadoras do projeto. Com qualidade, transparência e proposta de investimento justo, essa iniciativa faz com que tais empresas contem conosco também para criar extensões de seus produtos já existentes.

Sabemos que este perfil de cliente possui necessidades específicas, a WDO também é uma maneira de provamos nosso interesse e capacidade para satisfazer.

Empresas que operam no modelo SaaS (Software as a Service) enfrentam muitas barreiras a vencer para criar uma visão mobile de seu produto de software:

  1. Criar e manter uma equipe interna para o projeto mobile do sistema é um investimento alto;

2. O desenvolvimento de um aplicativo que seja coerente à qualidade do software comercializado (principalmente performance e usabilidade) exige especialização;

3. Lidar com as restrições de ambiente, usuários e tecnologias é um tiro no escuro mesmo para empresas com vasta experiência em desenvolvimento web;

4. O projeto de aplicativo deve contemplar escopo que extraia o máximo dos benefícios da mobilidade, entretanto o mesmo é limitado, e então, qual o destino da equipe responsável por ele?

 

Agências de publicidade em busca de especialistas em apps que se integrem à sua estratégia:

Lidar com escopo de sistemas e buscar diversos orçamentos não é o trabalho que a maioria das agências deseja e pode ser o mais caro dos agenciamentos. Neste sentido, elas tendem a desenvolver aplicativos híbridos internamente, afinal, isso exige menor know-how de sua equipe predominantemente web, normalmente voltada a criar e manter sites e e-commerce.

Um ponto importante é: o desenvolvimento híbrido atende às necessidades e expectativas dos seus clientes, sejam eles mensalistas de um software ou uma marca agenciada por sua empresa?

A essência da WDO é amparar essas empresas para realmente abraçarem novas fatias do mercado. Isto significa estar junto para criar uma nova visão de softwares existentes ou até mesmo permitir que agências criem experiências inovadoras e diferenciem seus clientes no mercado.

 

Metodologia exclusiva da Capptan para atendimento a Agências

Aqui sempre comentamos muito sobre “Flexibilidade gerar competência”: isso diz respeito a forma como abordamos os diferentes tipos de clientes com necessidades específicas. Basicamente, nos tornamos mais competentes para um segmento quando somos pacientes para ouvir e flexíveis para adequar situações importantes ao cliente que nos aborda ou que por nós é abordado. Com agências, segmento que adere fortemente aos nossos serviços, não foi diferente. Entendemos que as agências são muito diferentes entre si e, se comparadas com outras empresas, destoam ainda mais. Nesse caso, enxergamos grande necessidade de flexibilizar nossa forma de trabalho. Todo esse esforço visa ofertar um outsourcing dinâmico que se adeque a este peculiar perfil de empresa.

 

A metodologia cascata – grande amiga para jobs pequeninos – é excelente para alguns tipos de projeto, entretanto, fornecer “costas quentes” e tranquilidade àqueles que terceirizam conosco é uma missão que exige dedicação e aprimoramento diários. Pois bem, o desafio foi propor uma metodologia que entregasse muito mais que aplicativos e sua experiência de uso. Pode-se dizer que não buscamos entregar um produto de software, mas sim a simplicidade encontrada ao criar aplicativos em nosso ambiente. O quão tranquilos os diretores (arte, planejamento, projetos) podem ficar? Here we are! 😉

 

O mapa do tesouro

Deixamos de lado o conceito de que outsourcing pode ser concretizado por um projeto. Outsourcing é uma relação de confiança e entrega de resultados para ambos os lados. Para comunicar isso, deveríamos pautar tal relação em pilares que nos ajudassem a lhe esclarecer como conseguir máximo benefício deste contato e porquê ele é excelente para sua agência.

Olha como ficou:

 

  1. Indicadores que apontam o que precisas

Não encontramos um nome mais curto do que este :l, mas veja pelo lado bom: encontramos um meio de trabalho que permite a personalização de indicadores de acordo com o que sua agência precisa. Melhor que apenas um nome legal, né? Aliás, se a sua empresa não souber quais dados gostaria de ver sobre o processo de desenvolvimento, podemos sugerir alguns que além de ajudar na tomada de decisão, vão gerar muito valor para o cliente final. Deixar o contratante satisfeito? É conosco mesmo.

 

  1. Comunicação que entrega o que precisas

O objetivo deste item é muito simples. Se você não envia relatórios incompreensíveis sobre resultados de mídias aos seus clientes, não enviaremos documentos assim sobre seus projetos de aplicativos. Definiremos nossa comunicação em conjunto. O que é importante para sua agência e seus clientes? Vamos em busca dessas informações para que a cada projeto, nossa comunicação esteja mais integrada e fluida.

 

Saiba se sua empresa precisa de um aplicativo

É inegável que a tecnologia móvel revolucionou à nossa maneira de se comunicar, se relacionar e de se expressar. Logo, nossos novos comportamentos – embasados nos negócios de provedores de soluções – se refletiram nos negócios em geral.

A tecnologia, em suas diversas aplicações, provê soluções que permitem às empresas uma melhor operação. Ainda se fala muito sobre novas coisas que aplicativos poderiam fazer. Observamos apps “pipocando” por aí, contudo, muitos deles possuem funcionalidades extremamente pontuais ou, até mesmo, irrelevantes.

Pensando em seu contexto atual, existe algo que você deve levar em conta ao avaliar qual efeito um aplicativo próprio teria em seus negócios e isto é: Qual tipo de aplicativo pensas em desenvolver?

  1. Trata-se de uma ferramenta para uso interno que otimizará seus processos;
  2. Inovação em serviços prestados ao seu cliente, com foco em agilidade e/ou fidelização;
  3. Um aplicativo de mídia voltado a gerar mais reconhecimento e experiência com a sua marca.

Observe que não abordamos o que o aplicativo faz (funcionalidades) mas sim, qual o propósito do mesmo (objetivo). Ter isso em mente, de forma clara, ajuda a responder a pergunta que intitula este post: “Sua empresa precisa de um aplicativo? ”.

Categorizar o software a ser desenvolvido é o primeiro passo para avaliar o impacto que ele trará em sua empresa e, assim, dimensionar o investimento de tempo e recursos que pretende fazer.

Seus clientes vão curtir? Converse logo com a gente. 😉

Comments

comments

[mc4wp_form id="154"]